Vacinação contra febre aftosa é prorrogada até 15 de dezembro

A vacinação do rebanho bovino e bubalino contra febre aftosa é obrigatória e deve ser realizada até 15 de dezembro no Maranhão.

A vacinação do rebanho bovino e bubalino contra febre aftosa é obrigatória e deve ser realizada até 15 de dezembro no Maranhão.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) aprovou a prorrogação a data final da II Etapa de Vacinação contra a Febre Aftosa no Maranhão. De acordo Portaria Nº 1038, de 30 de novembro de 2016, da Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), órgão vinculado à Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sagrima), a vacinação de bovinos e bubalinos, que deveria ser realizada até 30 de novembro, também poderá ser executada sem penalidades ao produtor até o dia 15 de dezembro.

“Em quase todos os estados do Nordeste, enfrentamos secas e outros obstáculos climáticos. Esta prorrogação foi solicitada ao Mapa para que nossa cobertura não fosse comprometida e para que consigamos manter os bons resultados que o Maranhão vêm apresentando”, explicou o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.

De acordo com o responsável pelo Programa Nacional de Erradicação e Prevenção contra a Febre Aftosa (PNEFA), Adriano Moura, outros fatores que motivaram a extensão do prazo foi a adaptação das revendas de vacina ao Sistema de Integração Agropecuária (Siapec), cujo módulo de controle de entrada, saída e estoque de vacinas entrou em vigor em abril deste ano. “Além disso, nesta segunda fase, tivemos a greve dos fiscais agropecuários que paralisou as atividades de fiscalização de 1º de outubro a 07 de novembro”, complementou.

Com a prorrogação, os produtores, que ainda não imunizaram seus rebanhos contra febre aftosa e quiserem continuar adimplentes, tem até o dia 15 de dezembro para adquirir e administrar a vacina. “Durante esses 15 dias, vamos continuar com as atividades das nossas equipes em campo, mobilizando os produtores e mantendo a meta de acompanhar até 20 vacinações”, garantiu Adriano.

Com a portaria, o período de comprovação da vacinação também foi estendido para até o dia 27 de dezembro. O procedimento deve ser realizado na unidade da Aged em que a propriedade está cadastrada.