Vacinação contra brucelose para agricultores familiares será ampliada em Caxias

Parceria entre AGED e IFMA visa sensibilizar o pequeno produtor para imunização das fêmeas bovinas

Por Suyane Scanssette
11/03/2020   15:24

Sensibilizar o pequeno produtor familiar a vacinar contra brucelose e capacitar alunos do curso Técnico em Agropecuária para vacinação dos animais são os principais objetivos da parceria entre a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) e o Instituto Federal do Maranhão (IFMA).

Representantes da Unidade Regional (UR) e Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (ULSAV) da AGED em Caxias, médicos veterinários, professores e estudantes do curso Técnico em Agropecuária do IFMA realizaram na manhã desta terça-feira, 10, a primeira reunião para alinhamento, execução e desenvolvimento do projeto de extensão “Reduzindo as desigualdades sociais na agricultura familiar: vacinação de bezerras contra brucelose para agricultores familiares do município de Caxias”. Foram definidas as responsabilidades de cada órgão e a possibilidade de inserir mais parceiros ao projeto como: Secretaria Municipal de Agricultura de Caxias, Agência de Pesquisa e Extensão Rural (AGERP) e os Sindicatos dos Produtores Rurais de Caxias e dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Caxias.

O projeto de extensão rural, de autoria dos professores José Manoel de Moura Filho e Luís Antônio Silva Filho, vai contemplar produtores cadastrados na AGED (ULSAV Caxias), adimplentes com as campanhas oficiais de vacinação, e com um rebanho de até cinco fêmeas bovinas entre 3 e 8 meses de idade, aptas a serem vacinadas. Além disso, o projeto ainda irá capacitar os alunos do IFMA de Caxias quanto às boas práticas de vacinação e manejo da vacina B19.

A gestora da UR de Caxias, Nádia Oliveira Medeiros disse que é importante sensibilizar os pequenos agricultores sobre a vacinação das bezerras contra brucelose, uma vez que ele irá agregar valor ao seu rebanho, tornando-o livre de uma enfermidade responsável por grandes perdas econômicas nos plantéis infectados, que traz riscos à saúde pública, por tratar-se de uma zoonose. “A parceria com o IFMA Campus Caxias é de grande relevância. Esse trabalho vai proporcionar ao pequeno produtor não só a imunização de suas bezerras, mas acima de tudo, o conhecimento da enfermidade e a importância da vacinação, tanto para a saúde do seu rebanho como para a saúde das pessoas envolvidas no processo”, explicou.

Para a aluna Humberlina Silva, a participação da AGED nesse projeto, aproxima o órgão dos pequenos produtores. “Durante muito tempo as pessoas sentiam medo das ações de fiscalização da Agência. Evidencia-se que o órgão não é ‘inimigo’ do produtor, mas sim um parceiro, que trabalha em benefício da saúde pública e dos rebanhos maranhenses”, afirmou.

Como funciona o projeto

De acordo com a gestora Nádia Medeiros, a AGED participa do projeto através da seleção dos criadores que serão contemplados, baseados em critérios pré-estabelecidos, e através das palestras sobre brucelose para os alunos e para as comunidades envolvidas, promovendo a educação sanitária, e se aproximando cada vez mais do produtor rural.

Durante as vacinações, que serão acompanhadas pela ULSAV da AGED de Caxias, serão atualizados os dados cadastrais dos criadores e realizada a comprovação da vacinação das fêmeas bovinas entre 3 e 8 meses de idade.

O IFMA, através dos docentes autores do projeto, irá ministrar o treinamento e capacitar os alunos para realizarem a vacinação das bezerras.

“Espera-se ainda aumentar o índice de cobertura vacinal contra brucelose no município. Que esta seja uma ação continuada pelo produtor, ou seja, que uma vez sensibilizado, o mesmo possa continuar vacinando suas bezerras e comprovando a vacinação junto ao Escritório da AGED”, finalizou Nádia.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao