Com inauguração de frigorífico inspecionado, Governo consolida importantes ações para o Baixo Parnaíba

A inauguração do frigorífico foi acompanhada pelo presidente da Aged, Sebastião Anchieta, e pelos secretários de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, da Casa Civil, Marcelo Tavares, e de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

A inauguração do frigorífico foi acompanhada pelo presidente da Aged, Sebastião Anchieta, e pelos secretários de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, da Casa Civil, Marcelo Tavares, e de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

Na terça-feira (22), mais um passo foi dado rumo ao desenvolvimento social e econômico do Baixo Parnaíba. No município de São Bernardo, foi entregue um frigorífico, que é de iniciativa privada, e contou com o apoio do Governo, e gera, além de alimentação de qualidade, emprego e renda. Já em Santa Quitéria, foi inaugurada uma unidade de Atendimento da Defensoria do Estado, como parte do processo de interiorização do órgão.

O secretário chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, participou das solenidades e destacou a importância das duas inaugurações. “Hoje, em nome do governador Flávio Dino compareci a duas solenidades importantes. Em São Bernardo, para iniciar o funcionamento do Frigorífico Gboi, que mostra a força da iniciativa privada do Baixo Parnaíba e também a colaboração do Governo do Estado para que iniciativas como esta se realizem e possam gerar emprego e renda. E aqui em Santa Quitéria, onde entregamos este importante instrumento de cidadania e que fortalece a interiorização da Defensoria Pública com mais este núcleo”.

O frigorífico G Boi, em São Bernardo, será importante para fortalecer a economia e o setor da agropecuária, já que todo o gado a ser abatido é de origem maranhense. A previsão é que sejam gerados mais de 40 empregos diretos e 230 indiretos, chegando a mais de 300 quando o espaço atingir sua capacidade total de funcionamento.

“O papel do governo Flávio Dino tem sido de desenvolver o melhor ambiente possível para que empreendimentos como esse possam realmente ficar de pé e exercer na plenitude seu papel de contribuir com o desenvolvimento do estado. Aqui não só a Secretaria de Indústria e Comércio, mas a Sagrima e a Aged foram primordiais para que este empreendimento estivesse funcionando. Aqui temos a capacidade de abater em torno de 400 gados, para fornecer aqui para a região e com a possível expansão para regiões vizinhas, trazendo qualidade sanitária, geração de emprego, desenvolvimento e é uma nova perspectiva para o consumo de carne animal aqui na região do Baixo Parnaíba”, pontuo o secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo.

A empresa participa do Programa ‘Mais Empresas’, do Governo do Estado, que oferece incentivos fiscais para que empresas possam se instalar e ampliar seus negócios. “E foi usando desse incentivo que o proprietário deste frigorífico teve a coragem, apesar do momento de crise, de investir e ampliar os seus negócios, ampliou tanto que a partir de hoje vai começar a distribuir para toda essa região aqui carne inspecionada, com o selo da Aged”, explicou o secretário de Agricultura, Márcio Honaiser.

Para o dono da G Boi, Elcio de Oliveira, a parceria com a gestão estadual foi fundamental para impulsionar o negócio. “Nós iniciamos esse trabalho aqui há três anos por necessidade de toda essa região do Baixo Parnaíba que ainda não tinha um abate nesse nível. Então, vendo essa necessidade não só da região como de todo o Maranhão, resolvemos fazer este empreendimento e hoje contamos com o apoio do Governo do Estado”, informou o empresário, que terá todos os produtos com inspeção estadual.

Fonte: Mariana Salgado/Secap.

Aged participa de Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária em Brasília

capa-fonesa

Sede do Confederação Nacional de Agricultura, em Brasília, onde acontecerá a reunião do Fonesa, na quarta (03).

O presidente da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged), Sebastião Anchieta, participa, na quarta-feira (03), da reunião do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa) na sede da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), em Brasília, que debaterá as fontes de recursos para as ações de defesa agropecuária.

Além da discussão da liberação de recursos dos fundos privados, a importância, composição, coordenação e as ações do Grupo Especial de Atenção a Suspeita de Enfermidades Emergenciais (Gease) estarão na pauta do Fórum. “A visita também trará a oportunidade de discutirmos o convênio da Aged com o Ministério de Agricultura para a sanidade agropecuária do Maranhão, que deve disponibilizar recursos para a manutenção das nossas atividades de fiscalização, inspeção e educação sanitária”, destacou o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.

O evento, que reúne presidentes de agências de defesa de todo o país, contará com a presença de representantes do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Do Maranhão, participam ainda o presidente do Fundo de Desenvolvimento Pecuário do Maranhão (Fundepec), Osvaldo Rodrigues, e o presidente da Federação da Agricultura do Estado do Maranhão (Faema), Raimundo Coelho de Sousa.