Agrônoma da Aged representa região Nordeste no maior fórum de fiscalização de agrotóxicos do país

A coordenadora da Aged, Filomena de Carvalho, (a esquerda) durante reunião da comissão organizadora do Enfisa 2017.

A coordenadora da Aged, Filomena de Carvalho, (a esquerda) durante reunião da comissão organizadora do Enfisa 2017.

Com o objetivo de definir os temas que serão discutidos no Encontro de Fiscalização e Seminário Sobre Agrotóxicos (Enfisa) de 2017, a Comissão Organizadora do evento, formada por representantes de todas as regiões brasileiras, se reúne, de 25 a 27, em Belo Horizonte. A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged/MA) faz parte da comissão em nome da região nordeste, pelo segundo ano consecutivo, por meio da coordenadora de Inspeção Vegetal, Filomena Antonia de Carvalho.

De acordo com a agrônoma, este ano, os representantes regionais, além de definir os temas do seminário e das reuniões regionais que compõem o Enfisa, terão o desafio de encabeçar as discussões sobre o comércio de defensivos agrícolas entre os estados. “Nós nos comprometemos a elaborar, com base em uma orientação técnica de alguns anos atrás, uma minuta de Instrução Normativa para que a assessoria jurídica do Ministério da Agricultura aprecie e crie essa instrução para o comércio interestadual de agrotóxicos”, disse Filomena.

O Enfisa, que existe desde 2001, representa o maior fórum do país relacionado à fiscalização de agrotóxicos e reúne órgãos de inspeção estadual, representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), bem como câmaras especializadas e conselhos regionais vinculados à agronomia e engenharia. “Representar a região nordeste significa o reconhecimento da seriedade e compromisso da Aged/MA na inspeção vegetal. Também é uma forma de contribuir para tocar o trabalho da fiscalização de agrotóxicos dos estados”, defendeu a coordenadora da Aged/MA.

O próximo Enfisa acontece de 03 a 07 de abril, em Campos do Jordão (SP), e contará, pela primeira vez, com a premiação de trabalhos inovadores na área de fiscalização de agrotóxicos.

Aged coordena discussões regionais para harmonização da fiscalização de agrotóxicos no 14º Enfisa

O diretor de Defesa e Inspeção Vegetal, Roberval Raposo, e o presidente da Aged, Sebastião Anchieta participaram da reunião do Fonesa, dia 07.

O diretor de Defesa e Inspeção Vegetal, Roberval Raposo, e o presidente da Aged, Sebastião Anchieta participaram da reunião do Fonesa, dia 07.

Representantes da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) participam, em Goiânia, de 06 a 10, dos fóruns do 14º Encontro de Fiscalização e Seminário Sobre Agrotóxicos (Enfisa). A Agência esteve na coordenação de duas Discussões regionais sobre a necessidade de harmonizar os procedimentos de cadastro estadual de agrotóxicos e sobre a Orientação Técnica federal para a fiscalização do comércio interestadual de agrotóxicos e afins.

O Enfisa, que existe desde 2001, representa o maior fórum do país relacionado à fiscalização de agrotóxicos e reúne órgãos de inspeção estadual, representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), bem como câmaras especializadas e conselhos regionais vinculados à agronomia e engenharia.  “Além de ser um fórum de harmonização, o Enfisa também tem um aspecto de troca de informações entre os órgãos de fiscalização estadual. Então, é uma excelente oportunidade para dividir experiências e compartilhar inovações”, ressaltou o diretor de Defesa e Inspeção Vegetal, Roberval Raposo Júnior.

Após as reuniões e Discussões Regionais, a coordenadora de Inspeção Vegetal da Aged, Filomena Antonia de Carvalho, que representou a Aged e as agências de defesa agropecuária do Nordeste, conta que foram elaboradas propostas para a padronização, respeitando as particularidades de cada estado, das exigências documentais nas legislações estaduais que regulamentam o cadastro de agrotóxico. Também foi elaborada uma proposta, já encaminhada ao Mapa, para a normatização do comércio interestadual desses produtos. “O Maranhão já vem se adequando dentro do que vem sendo proposto por esse fórum desde a fundação da Aged. É por isso que somos referência, principalmente, para os estados do Nordeste”, destacou a coordenadora.

Fonesa

Durante o Enfisa, também aconteceu a reunião do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa) com foco exclusivo na defesa vegetal, no dia 07, com a participação de representantes do serviço estadual oficial de defesa agropecuária de 25 unidades da federação, dentre eles, o presidente da Aged, Sebastião Anchieta.