Instituições discutem a sanidade dos animais aquáticos em cultivo no Maranhão

Por Suyane Scanssette
15/03/2021 09:16

Com a presença de várias instituições, foi realizada a primeira reunião de 2021 do Comitê Estadual de Sanidade dos Animais Aquáticos de Cultivo. Participaram da reunião a AGED, Sagrima, Agerp, SFA/MA, AEP, UEMA e IFMA.

Um Comitê discutir a questão da sanidade no Estado é muito importante, considerando que o Maranhão é um dos cinco principais Estados da Federação na piscicultura brasileira. O Estado ocupa ainda o 3º lugar no cultivo de peixes nativos, com 40.800 toneladas/ano, com foco para cultivo de tambaqui e seus híbridos, conforme dados disponibilizados pela Associação Brasileira de Piscicultura, através da publicação Anuário do Peixe BR de 2021.

Durante a reunião, por videoconferência, os participantes enfatizaram a parceria entre as instituições para o estabelecimento das ações necessárias para a sanidade dos animais aquáticos em cultivo. Para a AGED, cabe o cumprimento da missão de assegurar a oferta de produtos de origem animal e vegetal com qualidade a população, através da defesa e inspeção agropecuária, atuando na prevenção da saúde pública e do meio ambiente.

A fiscal estadual agropecuária da AGED, presente na videoconferência, Alanna Raissa falou sobre a iniciativa da equipe da Agência com a elaboração de um projeto de cadastramento dos estabelecimentos de aquicultura com foco na sanidade dos animais aquáticos de cultivo. Alanna é a responsável técnica pela execução do Programa de Sanidade dos Animais Aquáticos na AGED e na equipe de trabalho estão o engenheiro de pesca José Ribamar Lopes e estudante do curso de engenharia de pesca da UEMA, Natan Lisboa.

Aquicultura com Sanidade
Como encaminhamento os participantes sugeriram que após a avaliação do projeto de cadastramento de propriedades pela diretoria da AGED, este fosse apresentado aos participantes do Comitê para juntos buscarem otimizar recursos para execução do cadastramento.

A ênfase de todo trabalho do Comitê está nas diretrizes do Programa Nacional de Sanidade de Animais Aquáticos de Cultivo – “Aquicultura com Sanidade” que tem por finalidade garantir a sustentabilidade dos sistemas de produção de animais aquáticos e a sanidade da matéria-prima obtida a partir dos cultivos nacionais. A norma foi elaborada para assegurar a prevenção, o controle e a erradicação de doenças nos sistemas de produção de animais aquáticos, contribuir para o aumento da produtividade e, consequentemente, da oferta de pescado para o abastecimento do mercado interno e externo. Desta forma, o “Aquicultura com Sanidade” servirá ainda como ferramenta de saúde pública para fortalecer os mecanismos de garantia de inocuidade do pescado.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao