Em Chapadinha, Aged apreende carga irregular com 17 toneladas de queijo

 

 

 

apreensão queijo Chapadinha

Na madrugada desta terça-feira (28), por volta das 4 horas, fiscais da Agência de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), junto com a Polícia Militar em Chapadinha, apreenderam 17 toneladas de queijo impróprio para consumo. A apreensão foi realizada durante uma blitz móvel na MA-034, no Povoado de Placas, município de Araioses, localizado a cerca de 200 km de Chapadinha.

A carga irregular estava sendo transportada em caminhão e seria levada para Fortaleza, capital do Ceará.

O condutor do veículo apresentou aos fiscais agropecuários da Aged, nota fiscal do município de Rodon, no Pará. Ele foi autuado e multado em R$ 1,00 por quilo de queijo apreendido.

A equipe de fiscalização da Aged de São Luís, acompanhado da equipe da regional de Chapadinha, encaminhou a carga apreendida para o aterro sanitário do município para ser incinerada, conforme determina a legislação sanitária.

O diretor geral da Aged, Fernando Lima, ressaltou a importância do trabalho realizado pelas barreiras volantes da Aged. “Essa fiscalização está sendo reforçada em todo o Maranhão para que haja um maior controle do trânsito interno destes produtos”, informou Fernando Lima, acrescentando que desde o início do ano já foram apreendidas e destruídas pela Aged, 52 toneladas de queijo impróprio para consumo.

Além das barreiras volantes, a Aged, que é um órgão vinculado à Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Sagrima), possui 15 Barreiras Zoofitossanitárias, que são estruturas fixas localizadas nos limites interestaduais, responsáveis pela fiscalização do trânsito de animais e vegetais, bem como de produtos e subprodutos de origem animal e vegetal, impedindo que pragas e doenças entrem no Estado, garantindo a saúde dos animais, vegetais e da população.