DOENÇAS NERVOSAS

FORMULÁRIOS SESAC

COMUNICAÇÃO E EDUCAÇÃO

COMUNICAÇÃO

EDUCAÇÃO SANITÁRIA

 

AGED fiscalização vacinação contra febre aftosa em Timon

Por Suyane Scanssette
21/01/2022 13:40

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED), através da Unidade Veterinária de Sanidade Animal e Vegetal (ULSAV) de Timon realizou nessa semana ações de recuperação de inadimplentes da II etapa de vacinação contra Febre Aftosa. Dentre as ações foi realizada a vacinação assistida no rebanho da propriedade Sítio de Jesus, no município de Timon.

A vacinação fiscalizada é importante para o cumprimento das metas do Plano Estratégico do Programa Nacional de Vigilância para a Febre Aftosa. Uma das metas é manter o índice de cobertura vacinal dos rebanhos e das propriedades acima dos 90%.

Os produtores que deixaram de vacinar seus rebanhos durante o período oficial da campanha terão a vacinação dos seus animais acompanhada pelo serviço veterinário oficial e estarão sujeitos às penalidades previstas na legislação vigente.

A AGED recomenda que o produtor inadimplente compareça ao escritório da Agência onde tem sua propriedade cadastrada e regularize a sua situação.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao

 

AGED realiza vigilância ativa em propriedades rurais em Bom Jesus das Selvas

Por Suyane Scanssette
21/01/2022 10:44

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA), através da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal (ULSAV) de Buriticupu, realizou a vigilância ativa em propriedades rurais, que ficam no entorno de uma propriedade com foco de raiva, do município de Bom Jesus das Selvas.

A ação realizada nesta semana inspecionou os rebanhos, fez a coleta de informações quanto à saúde dos animais e prestou orientações sobre a Raiva e suas medidas de profilaxia e controle.
Na oportunidade não foi observado e nem relatado indícios de doenças nos animais.

A ação foi realizada pela médica veterinária e fiscal estadual agropecuária da AGED Josileide Araújo da Silva. Segundo ela é importante que os produtores procurem e informem a AGED se houver suspeite de alguma doença nós animais.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao

Conversando com o produtor vai falar do Plano para erradicação da Peste Suína Clássica

Por Suyane Scanssette
19/01/2022 08:22

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão vai realizar mais uma live, do quadro “Conversando com o produtor”. A live será nesta quinta-feira, dia 20 de janeiro, às 20h, no canal do Youtube da Educação Sanitária da AGED.

Desta vez o tema abordado será sobre a Peste Suína Clássica, abordando o assunto através do Plano Estratégico para erradicação da doença no País.

O “Conversando com o produtor” é um quadro mensal, realizado no Canal da Educação Sanitária da AGED, com objetivo de convidar especialistas em diversos assuntos relacionados à defesa agropecuária para dialogar com profundidade o tema e retirar as dúvidas de produtores, criadores, agricultores familiares e a população em geral.

O quadro “Conversando com o produtor” vai ser ao vivo no próximo dia 20 de janeiro, às 20h e você é nosso convidado. Clique aqui para acessar a live

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao

AGED entrega certificado de registro SIE para laticínio de Imperatriz

Por Suyane Scanssette
14/01/2022 17:10

Mais uma agroindústria maranhense que agora passa a ter a chancela da garantia de fabricação segura e de qualidade de seus produtos. Nesta sexta-feira, 14, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária (AGED/MA) entregou o certificado de registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) para um laticínio situado em Imperatriz.

O empreendimento, que passa a ter o selo SIE, vai produzir iogurte e comercializar seu produto em todo o Estado do Maranhão. O Inno Laticínios Fábrica de Iogurtes tem capacidade de produzir 3 mil litros/dia e vai produzir iogurtes de sabores variados como: morango, coco, ameixa, frutas tropicais, maracujá, cupuaçu e açaí com banana.

O Governo do Estado, por meio da AGED, tem fomentado a produção de produtos de origem animal incentivando o registro no Serviço de Inspeção. A missão da Agência é de garantir, por meio da Inspeção, o cumprimento da legislação com atendimento aos critérios sanitários. A emissão de um certificado SIE é a certeza que o empreendimento vai atender aos maranhenses com qualidade.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao

NOTA DE PESAR – Geane Viana de Carvalho

Por AGED

12/01/2022 7:45

AGED concede o primeiro certificado Selo Arte a produto artesanal maranhense

Por Suyane Scanssette
11/01/2022 15:16

Nesta terça-feira, 11, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) realizou solenidade para entrega do primeiro certificado de concessão do Selo Arte a um empreendimento que produz queijo, a partir do leite cabra, de modo artesanal. Situado no município de Santa Inês, o laticínio cumpriu todos os requisitos da Portaria Conjunta Sagrima/AGED nº 001/2021, que estabelece os procedimentos para concessão do Selo.

A diretora Geral da AGED, Fabiola Ewerton considerou a entrega do certificado um momento muito importante para o Estado, mostrando que o Governo do Maranhão está cumprindo com os compromissos assumidos com o produtor maranhense. “Ao estruturar cada vez mais o órgão de defesa, por meio do Serviço de Inspeção Estadual para atender a demanda do produtor, garantindo a qualidade dos nossos produtos, mostra o compromisso do Governo em fazer com que o Maranhão cresça, promovendo mais produção, mais emprego, mais renda”, afirmou.

A concessão do Selo Arte é um avanço para que a produção artesanal do Estado seja valorizada e ganhe novos mercados. Conforme a Portaria, os produtos alimentícios de origem animal produzidos de forma artesanal no Maranhão e que antes estejam registrados em Serviço de Inspeção Oficial, podem requerer o Selo Arte. O Selo vai permitir a comercialização desses produtos para todo o território nacional.

Agora o queijo de leite de cabra fabricado no Maranhão, que possui registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE), vai poder comercializar seu produto em qualquer parte do país. É o que comera o proprietário do laticínio Eldorado, Nelson Frota. Segundo ele, o Selo agrega valor ao seu produto, além de ter acesso ao mercado nacional. “É muito importante porque desde quando concebemos o laticínio, o fizemos para garantir a qualidade e excelência de nossos produtos. E receber a concessão do Selo vem coroar nosso trabalho e nosso esforço. Agora vamos colocar o produto do Maranhão em todo Brasil”, celebrou.

Critérios para concessão do Selo Arte

Para requerer o Selo Arte na AGED, o produto precisa estar registrado no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) e ser enquadrado nos critérios da Portaria. Os produtos alimentícios de origem animal produzidos de forma artesanal devem ser elaborados com matérias-primas beneficiadas na propriedade onde a unidade de processamento estiver localizada ou devem ter origem determinada; as técnicas e utensílios utilizados devem ser predominantemente manuais em qualquer fase do processo produtivo; além da adoção de boas práticas de fabricação dos produtos e boas práticas agropecuárias, dentre outras.

Os empreendimentos interessados em obter o Selo Arte devem primeiro ter o registro no SIE. Com o registro no SIE da AGED, para obtenção do Selo Arte devem requerer e encaminhar para a Agência documentos como: requerimento preenchido, memorial descritivo do produto, certificado ou declaração do Serviço de Inspeção Oficial e check-list com parecer favorável da Agência.

Após os tramites, o Estado do Maranhão, por meio da AGED, irá conceder o Selo Arte e a Agência encaminhará ao Ministério da Agricultura os dados para compor o Cadastro Nacional de Produtos Artesanais.

NOTA DE PESAR – Amélia Soares de Carvalho

Por AGED
11/01/2022 15:10