Anemia Infecciosa Equina

 

ANEMIA INFECCIOSA EQUINA (AIE)

– A Anemia Infecciosa Equina (AIE) é uma doença infectocontagiosa crônica de etiologia viral; Notificação e sacrifício/abate obrigatórios; Afeta equinos, asininos e muares de qualquer idade e sexo.

Sintomas

– Doença essencialmente crônica, embora possa se apresentar em fases hiperaguda, aguda e subaguda, anemia, icterícia, depressão, hemorragias petequiais, febre recorrente, edema nos membros e abdômen, perda de peso crônica, Inapetência.

Transmissão

– Insetos hematófagos (tabanídeos e mosca dos estábulos), material infectado.

Diagnóstico

– Prova sorológica de Imunodifusão em Gel de Ágar (IDGA)

Controle e erradicação

– Uso de agulhas e seringas descartáveis; Limpeza de utensílios utilizados nos animais; Isolamento de animais positivos até o sacrifício; Sacrifício ou abate dos animais positivos; Realização de exame de diagnóstico de AIE, para trânsito.

Resultado positivo

– Encaminhado imediatamente ao Serviço Veterinário Oficial (MAPA e Aged); Notificação ao proprietário; Identificação e sacrifício do animal portador; Interdição da propriedade – proibição do trânsito de todos os equídeos até saneamento do foco.