AGED realiza fiscalizações móveis de trânsito animal e vegetal nas Unidades Regionais

As Unidades da AGED de Imperatriz, Chapadinha, Rosário, Caxias, Itapecuru Mirim, Barra do Corda, São João dos Patos, Codó e São Luís realizaram ações de fiscalização móvel pelo Estado

Por Suyane Scanssette
05/07/2021 16:00

Para a realização da fiscalização do trânsito agropecuário, a Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) conta com a Fiscalização nos Postos Fixos de Fiscalização Agropecuária – PFFA e com ações de Fiscalização Móvel, por meio de blitz e volante agropecuária em todo o Estado.

A atividade realizada por meio de equipes volantes e de blitz é de fundamental importância, pois visa a conferência dos documentos sanitários obrigatórios coibindo fraudes, falsificações, adulterações nos documentos sanitários, impedindo a disseminação de pragas dos vegetais e doenças dos animais, além de minimizar o comércio dos produtos clandestinos e de má qualidade, contribuindo para a melhoria de saúde da população.

Em cumprimento às metas planejadas para 2021, as equipes da AGED têm realizado fiscalização móvel em várias regiões, a exemplo das blitz que aconteceram no ultimo mês de junho em Imperatriz, e volante agropecuária em Peritoró, pertencente a regional de Codó. As blitz contaram com o apoio da Polícia Militar e a Volante, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

Além destas blitz, ainda no mês de junho, as Unidades Regionais da AGED de Barra do Corda, Chapadinha, Caxias, Itapecuru Mirim, Rosário, São João dos Patos e São Luís realizaram fiscalização móvel em pontos estratégicos em diversos municípios para impedir irregularidades no trânsito de vegetais, animais e de seus produtos derivados.

A grande vantagem das fiscalizações móveis é o efeito surpresa, com o foco principalmente naqueles que, por não portarem a documentação sanitária exigida, desviam-se dos postos fixos de fiscalização agropecuária – PFFA, colocando em risco o patrimônio agropecuário do Estado e a saúde da população maranhense.

O controle de trânsito deve ser realizado em todas as rotas de trânsito de vegetais, animais, seus produtos, mercadorias, equipamentos e implementos agrícolas que possam atuar como vetor de disseminação de praga ou doença. Uma das estratégias empregadas pela AGED, que tem mostrado resultados positivos, são as fiscalizações móveis.

Nos últimos anos a AGED tem realizado estudo de fluxo de trânsito e em parceria com o Sistema Estadual de Produção e Abastecimento – SEPAB/MA, como, por exemplo, a Cadeia do Mel, têm identificado locais estratégicos, de interesse para o setor produtivo, para realização de fiscalizações móveis.

Além da possibilidade de serem realizadas em pontos estratégicos, as fiscalizações móveis têm se mostrado mais eficientes quando comparadas com as fiscalizações em Postos Fixos, pois conseguem pegar o maior número de ilícitos pelo efeito surpresa, cumprindo assim com o maior objetivo da fiscalização do trânsito agropecuário, que é impedir que pragas e doenças exóticas entrem e/ou se disseminem no território maranhense, além de minimizar danos à saúde pública por meio do controle dos produtos de origem animal.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao