AGED participa de reunião no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

unnamed (1)

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (Aged) participou da reunião técnica para debater o Plano estratégico para vigilância, controle e erradicação da Peste Suína Clássica (PSC) na Zona não Livre (ZNL) no Brasil, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – (MAPA), em Brasília.

Na reunião estavam presentes onze (11) estados envolvendo as regiões Norte e Nordeste não livres de PSC (ZNLPSC). Ao longo do evento foram discutidas as ações previamente enviadas pelos estados participantes do Plano estratégico para vigilância, controle e erradicação da Peste Suína Clássica (PSC), com o objetivo de Promover o engajamento entre os setores envolvidos no controle da PSC; Garantir a sustentabilidade financeira das ações propostas; Fortalecer as capacidades do Serviço Veterinário Oficial; Promover a educação e comunicação social; Intensificar a vigilância zoos sanitárias; Instituir campanhas de vacinação contra PSC em áreas definidas da ZnL e Reconhecer a área proposta como zona livre PSC.

Dos Estados participantes da reunião, foram envolvidos profissionais da iniciativa privada, representantes de Órgãos de Defesa Sanitária Estadual, como o Fiscal Estadual Agropecuário/Médico Veterinário Lauro de Queiroz Saraiva da AGED-MA, responsável pelo Programa Estadual de Sanidade Suídea do Maranhão e a Coordenadora de Defesa Animal Jucielly de Oliveira e representantes das SFA’s, como o Roberto Carlos Negreiros da SFA/MA, que confeccionaram um relatório contemplando um total de 48 ações voltadas para a Peste Suína Clássica, com intuito de reduzi-las para 36 ações, que favorecerão todos os produtores de suínos na ZNLPSC do norte e nordeste, além de toda a cadeia de suínos do Brasil, fortalecendo a suinocultura, em termos econômicos com aumento da produtividade nos criatórios de suínos e de ordem sanitária, evitando os prejuízos causados pela PSC.

unnamed

“Os resultados da reunião foram positivos, pois conseguimos identificar os problemas mais comuns da suinocultura, buscando solucioná-los de forma mais rápida e economicamente viável, para sermos reconhecidos como livres de PSC.” Destacou Lauro de Queiroz, Fiscal Estadual Agropecuário da Aged.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao