AGED investe em educação sanitária para prevenir a mosca-da-carambola no Maranhão

O trabalho foi realizado nas regiões de Santa Inês, Zé Doca e Pinheiro

Por Suyane Scanssette
27/05/2020   18:16

A Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) realizou nesta semana ações de educação sanitária nos municípios das Unidades Regionais (UR) da AGED de Santa Inês, Zé Doca e Pinheiro como forma de prevenir a entrada da praga da mosca-da-carambola no Estado.

Técnicos da AGED, respeitando as recomendações dos órgãos de saúde e com uso de medidas protetivas no combate a Covid-19, fizeram breves explanações e distribuíram material informativo para a população, falando da importância do trabalho de prevenção e controle da praga mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae). O trabalho de defesa vegetal da AGED/MA foi realizado por ser considerado essencial as ações de prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais.

A ação de educação é uma das estratégias do Programa Nacional de Erradicação da Mosca-da-Carambola do Ministério da Agricultura, que no Maranhão é coordenado pela Superintendência Federal de Agricultura/SFA-MA e executado pela AGED. O programa ainda engloba ações periódicas como instalação, manutenção e monitoramento de armadilhas de captura da praga, instaladas e distribuídas pelo território maranhense. É objetivo do Programa Nacional  erradicar a praga no País, garantir as exportações de frutas e de seus produtos e a oferta de alimentos de qualidade à população.

Embora a praga não cause danos à saúde, mas é de grande importância para a economia brasileira devido às exigências de acordos internacionais com países exportadores de frutas nacionais, já que o Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo.

“Ações de Educação Sanitária nesses Municípios são importantes para promover a conscientização da população local, incentivando para a adoção de medidas como não transportar frutas hospedeiras de regiões infestadas para outras regiões, dentro e fora do Estado; não mexer nas armadilhas, pois elas vão indicar a ocorrência ou não da praga no Estado, entre outras ações que visam o fortalecimento do Programa”, explicou Andréa Rodrigues, Fiscal Estadual Agropecuário e Responsável pelo Programa de Prevenção e Controle da Mosca-da-carambola/AGED-MA.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao