AGED executa monitoramento de praga durante a pandemia

Agência realizou as ações em parceria com a Superintendência Federal de Agricultura do MA

Por Suyane Scanssette
29/04/2020   14:16

Técnicos da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) realizaram ações de monitoramento preventivo da Bactrocera carambolae, a praga conhecida como Mosca-da-carambola, nos municípios das Unidades Regionais (UR) da AGED de Santa Inês, Zé Doca e Pinheiro. A ação teve apoio da Superintendência Federal de Agricultura no Maranhão (SFA/MA). Os técnicos conseguiram vistoriar 31 das 38 armadilhas de captura e detecção da praga instaladas na UR de Zé Doca, 02 na UR de Pinheiro e 08 na UR de Santa Inês, totalizando a inspeção e manutenção de 41 armadilhas instaladas em 16 municípios.

Mesmo em meio à pandemia da Covid-19, as ações de prevenção, controle e erradicação de pragas dos vegetais são consideradas atividades essenciais e, ainda assim, os técnicos ficaram impedidos de vistoriar algumas armadilhas instaladas em povoados rurais, localizados nos Municípios de Boa Vista do Gurupi e Carutapera, cujos moradores fizeram um bloqueio impedindo a entrada de pessoas estranhas por causa do coronavírus.

O fiscal estadual agropecuário da AGED, Jorge Mesquita explicou que ao chegar nos povoados os moradores do lugar afixaram placas, hastes de madeira e faixas para impedir o acesso de pessoas que não pertencem à comunidade. Segundo os moradores essas foram as medidas que tomaram para conter o avanço do coronavírus.

As ações desenvolvidas pela AGED/MA fazem parte do Programa Nacional de Erradicação da Mosca-da-Carambola do Ministério da Agricultura. O Maranhão, Estado classificado como de alto risco para a entrada e dispersão da praga, tem ações periódicas de monitoramento da mosca-da-carambola pois é objetivo do Programa Nacional erradicar a praga no País, garantir as exportações de frutas e de seus produtos e a oferta de alimentos de qualidade à população.

A praga não causa danos à saúde, mas é de grande importância para a economia brasileira já que o Brasil é o terceiro maior produtor de frutas do mundo. Ataca quase 30 espécies de frutos, muitos deles integrantes da cadeia produtiva do Estado do Maranhão como manga, goiaba, laranja, murici, acerola, caju, etc.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao