AGED de Pedreiras executa ações de defesa e inspeção animal e vegetal em vários municípios

Por Suyane Scanssette
17/09/2021 13:21

Fiscais da Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão (AGED/MA) de Pedreiras realizaram nessa semana várias atividades em municípios atendidos pela Unidade Regional da Agência. Foram ações de defesa vegetal e animal, bem como inspeção em empreendimentos registrados no Serviço de Inspeção Estadual – SIE. Além disso, as ações ainda incluíram atividades em educação sanitária e reuniões para construção de parcerias.

A semana iniciou com ação de educação sanitária. O gestor da Unidade Regional da AGED de Pedreiras, Valter Marchão participou de reuniões com o secretário de Agricultura de Lago do Junco, para tratar da implantação do SIM (Serviço de Inspeção Municipal) e da organização de um dia de campo com a participação da AGED para executar a vacinação contra brucelose. O gestor ainda participou de reuniões administrativas com os servidores do Escritório de Atendimento a Comunidade – EAC de Lago dos Rodrigues e da Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal – ULSAV de Lago da Pedra.

Na sequencia, na área da defesa e inspeção animal foi realizada fiscalizações em propriedades rurais em Bernardo do Mearim, para executar a vigilância epidemiológica com objetivo de verificar previamente o surgimento de enfermidades e prestar orientações aos produtores. A atividade foi executada pelo técnico em fiscalização agropecuária, James Cláudio. A inspeção de produtos de origem animal foi realizada na queijaria registrada no SIE no município de Igarapé Grande, executada pelo fiscal estadual agropecuário João Gabriel. Em Lago da Pedra a médica veterinária Claudiana Lima, realizou o cadastro e a vistoria de estabelecimento para realização de aglomeração de animais (vaquejada) no município.

Durante toda a semana foram executadas ações em defesa vegetal, ocorrendo fiscalizações em lojas agropecuárias nos municípios de Lago da Pedra, Lago do Junco, Poção de Pedras, Esperantinopólis, Igarapé Grande e Bernardo do Mearim. A atividade executada pelo fiscal estadual agropecuário Ricardo Arruda verificou o registro dos estabelecimentos, o armazenamento adequado e venda de produtos agrotóxicos de forma regular, inclusive vistoriando os herbicidas glifosato e paraquat, já que este último, a venda está proibida em todo o território brasileiro.

Acompanhe nosso trabalho também nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/aged.ma

Facebook: www.facebook.com/aged.ma 

Twitter: www.twitter.com/Aged_Maranhao